Archive for the ‘Brasil’ Category

Desbalanceada: A Codependência da América e da China

setembro 7, 2015

A mais nova newsletter da Creativante, intitulada “Desbalanceada: A Codependência da América e da China“, já está no ar, e você pode acessá-la aqui, ou em: http://bit.ly/1EJ7oaQ. Boa leitura!

A posição do Brasil na indústria mundial de TICs

maio 27, 2013

A mais nova newsletter da Creativante, intitulada “A posição do Brasil na indústria mundial de TICs” já está no ar, e você pode acessá-la aqui, ou em: http://bit.ly/11jhMv7.

Boa leitura!

Nordeste Competitivo (Projeto da CNI)

outubro 31, 2012

Nordeste Competitivo (CNI): Nordeste precisa de R$ 25,8 bilhões para garantir escoamento da produção em 2020: bit.ly/PFjnwF

Mitos sobre os Fatores que Limitam o Crescimento do Brasil e o Programa Brasil Maior

agosto 7, 2011

Meu amigo Mansueto Almeida e eu escrevemos na semana passada um artigo intitulado “Mitos sobre os Fatores que Limitam o Crescimento do Brasil e o Plano Brasil Maior“.  O artigo faz observações sobre o novo Plano Brasil Maior, lançado semana passada pelo governo federal.

O artigo foi mencionado num post do blog de Mansueto (http://mansueto.wordpress.com), e eu o reproduzo abaixo.  O artigo é também a nova newsletter da Creativante (que você pode acessar aqui), que irá aos inscritos em sua mailing-list amanhã.

==========

O Crescimento do Brasil vs o Programa Brasil Maior
05/08/2011 por mansueto

Esta semana, depois de uma troca de e-mails com amigo José Carlos Cavalcanti (UFPE), terminamos escrevendo um pequeno artigo questionando o que limita o crescimento do Brasil e o programa Brasil Maior. É um texto simples de cinco páginas que resolvemos circular.

Tentamos ser o mais claro possível para que não economistas entendam os argumentos do texto.  Destacamos quatro teses no artigo: (1) não há porque inovação ficar restrita a alguns setores; (2) o Brasil pode crescer incorporando tecnologias que já existem; (3) o maior gargalo ao crescimento do Brasil não é a baixa taxa de inovação, mas sim o baixo investimento em infraestrutura; e (4) não há como aumentar a produtividade da economia sem que se olhe para o setor de serviços e, aqui, investimento em educação é fundamental.

Achamos que os incentivos à inovação no âmbito do Programa Brasil Maior são positivos e necessários. Mas o Brasil não precisa modificar a estrutura produtiva para aumentar a sua taxa de crescimento. O desafio maior é aumentar a produtividade em todos os setores ao invés de modificar a composição da estrutura produtiva.

Leiam o texto aqui e comentários são bem vindos.

Discurso do Presidente Barack Obama sobre Estado da União em 2011

maio 24, 2011

Saiu a nova newsletter da Creativante, cujo título é “Discurso do Presidente Barack Obama sobre Estado da União em 2011“. Trata-se de um discurso memorável do Presidente Obama enderençando questões como inovação e educação para a competitividade dos EUA.

Quem sabe este dicurso contamina um país da América latina, de 8,5 milhões de km2, e, principalmente, sua Presidente, que até agora não disse ao que veio!

A newsletter pode ser lida aqui!

Evolução da renda no período Lula foi fraca, segundo Professor da UFRJ

março 13, 2011

Está repercutindo muito o trabalho do Prof. Reinaldo Gonçalves, Professor Titular de Economia Internacional da UFRJ,  sobre a evolução da renda no período Lula:

http://www.pitacospoliticos.com.br/evolu%C3%A7%C3%A3o%20de%20renda%20govLula%20%281%29.pdf

“Em síntese, durante o governo Lula a evolução da renda do Brasil caracterizou-se por:
1) fraco desempenho pelos padrões históricos do país
2) muito fraco desempenho quando comparado com outros presidentes
3) retrocesso relativo no conjunto da economia mundial
4) país fortemente atingido pela crise global em 2009
5) o processo de ajuste frente à crise global foi influenciado significativamente pelo
ciclo eleitoral e oportunismo político em 2010 e não se sustenta em 2011-12”

Brasil: Terra da Promessa

abril 13, 2007

Brasil 

O Brasil é matéria de novo de The Economist.  “Brasil é grande, democrático, estável e rico em recursos, diz Brooke Unger, correspondente da revista no nosso país.  Logo, por quê não está fazendo muito mais ?” Eis a pergunta da revista.

Para os que acompanham a economia brasileira a pesquisa (que pode ser vista aqui) de The Economist não traz nenhuma novidade.  A vantagem, desta feita, é que o Brasil não é mais motivo de gozação !


%d blogueiros gostam disto: